Muitas pessoas me perguntam o que é toy art e como podem fazer para confeccionar um toy em casa, então resolvi fazer um post falando sobre o assunto. Muito mais do que tentar formular uma receita (o que é impossível) espero que esse post ajude as pessoas a entederem melhor sobre o assunto e desenvolver suas habilidade criativas aventurando-se no mundo da Toy Art.
;)

O que é Toy Art (*)

toy artEm 1998, Michael Lau, um artista de Hong Kong, customizou alguns brinquedos do GI Joe (no Brasil, o famoso Falcon). Ele remodelou e customizou os bonecos com roupas de hip-hop, símbolos, e outros acessórios. Esses toys fizeram o muito sucesso, pois eram diferentes de tudo que havia na época.

Pode-se considerar que apartir dai surgiu a idéia de toy art. Atualmente os toys feitos por Michael Lau somam um total de 101 figuras customizadas, elas valem muito dinheiro e podem ser consideradas ítens de colecionador.

Com isso ele ganhou status de mito e sempre é citado quando alguem fala sobre a origem do movimento. Logo depois podemos citar outros artistas como James Jarvis, Eric So e Jason Siu entre muitos outros.

Mas nem toda figura em 3D é necessariamente um toy art. Mas então fica a pergunta, “Qual é a diferença?”

A principal diferença que define o movimento é a visão do artista. A baixa produção das séries assegura a raridade e o colecionismo.

Os designer toys acabam criando um estilo, como uma marca registrada em seu design e criatividade, tornando a peça reconhecível como obra de determinado artista.

O que difere um designer toy de um artista normal são suas origens. Muitos são ilustradores, grafiteiros, fotógrafos, designers gráficos, video-artistas, etc. Não são pintores ou escultores acadêmicos. Essa é a natureza da toy art: transformar algo comum (como um brinquedo) em algo que possa passar uma mensagem, que pode ser política, underground, subversiva, erótica, trágica ou meiga.
(* Texto baseado em artigos de Jeremyville)

O que é D.I.Y

munny

dunny

D.I.Y é uma abreviação de Do It Yourself, em português, Faça Você Mesmo. No universo da Toy Art D.I.Y são toys customizáveis, normalmente feitos na cor brancos ou preta e lisos, sem nenhum desenho.

Você compra um toy assim para fazer uma customização da forma que quiser criando uma arte/design exclusivo. São usados os mais diversos tipos de material para a criação de um D.I.Y.

Um toy art customizado por um artista famoso é uma peça rara e novamente ítem de colecionador. As séries Dunny e Munny da Kidrobot são assim; muitas artistas são chamados para fazer sua versão de dunny.

Como fazer um Toy art

moldes

A criação de um toy art é um processo muito pessoal e depende da origem e bagagem cutural de cada artista, suas histórias e a idéia que pretende transmitir através de uma forma e um conceito.

Normalmente designer toys são pessoas que trabalham com ilustração, grafite, artes plásticas, fotografia e design gráfico entre outros trabalhos relacionados a arte e comunicação.

Mas acho que é possível qualquer pessoa se aventurar no universo da toy art então para começar eu imagino que o ideal seja você primeiro definir um tema para o seu toy, por exemplo: politicamente correto ou incorreto, bem humorado ou sombrio, mórbido ou fofinho.

Depois disso faça um esboço ou um desenho do que você imagina, já pensando em que materiais pretende usar. Acho que é necessário ter um mínimo de noções de modelagem e depois é só botar a mão na massa e confeccionar.

Uma forma simples de fazer em casa um toy é começar por silhuetas ou vistas frontais que são geralmente mais fáceis de serem confecionadas em tecido. Depois de entendido o processo a pessoa pode elaborar toys mais complexos.

Outra coisa importante é com relação ao direito autoral do personagem. Muitas pessoas copiam formas e idéias e isso é realmente muito triste e uma falta de ética e respeito sem tamanho.

Reproduzir um personagem de desenho animado não é fazer um toy art. O Toy art parte do princípio de criação artística autoral, ou seja, parte de uma idéia original desenvolvida pelo artista.

Materiais

material

São muitos os materiais usados por designer toys. Algumas pessoas acham que só toys de vinil são toy art. Isso não é verdade.

Existem toys feitos em tecido, ferro, clay, acrílico e papel. Uma opção pra quem quer se aventurar em casa é usar papel ou tecido, pois são materiais baratos e você pode usar sobras de alguma roupa ou papel que iria jogar fora.

No caso de toys de papel é necessário desenvolver uma forma tridimensional, fazer a arte graficamente no computador ou à mão (com lapis, canetinha, etc) e depois recortar, montar e colar.

Nesse link você pode encontrar toys de papel prontos para imprimir e brincar.

No caso de toys em tecido é necessário desenvolver o molde, escolher estampas, tramas de tecido e acessórios. Não é precisa ter máquina de costura, você pode fazer à mão.

Por todos esses motivos acho mais fácil começar com esses materais. Minha opção por tecido foi porque eu adoro costurar e adoro estamparia, além de ter facilidade e familiariade com o tema.

Mas se você já tem alguma habilidade com modelagem pode começar com clay ou argila. Tem muitas pessoas que usam a massa de biscuit também.

Isso depende muito do quanto a pessoa sente-se confortável com o material. Não adianta começar com algum material que você não tem um mínimo de familiaridade.

Designer toys

toys

Dentre os designer toys que mais admiro estão: Simone Legno, Kenny Wong, Joe Ledbetter, Natalia Gianinazzi, Blobby Farmers, Julie West, Parskid e Stupid Creatures.

Um livro legal e super conhecido sobre o assunto: Dot Dot Dash: Designer Toys, Action Figures and Character Art.